27 de janeiro de 2008

Meninas Mais ou Menos (M³)

Caros leitores: depois de conquistar uma incrível companheira para as publicações no blog (pra quem não percebeu ou está desatualizado, falo da Danielle), recebi de presente um texto da minha amiga e fiel leitora do blog, a Lia Paula (para que não sabe, ela comenta com o codinome "acacabouonescau, título do próprio blog que mantém e eu recomendo - clique aqui para conhecer). Na esteira das minhas teorias, ela me enviou uma de autoria própria, que segue abaixo:

.......................................................................................................................

AUTORA: LIA PAULA BERTANI (Pituia) :D

TEORIA EM DESENVOLVIMENTO APLICADA À MULHERES

Obs: Base totalmente empírica e portanto parcial.

Nunca fui da turma das mais "descoladas", nem na época do colégio, nem na época da faculdade, mas também nunca fiz parte do grupinho das "pamonhas" (moscas mortas ou as tongas da sala de aula.)

Nunca fui nem a Mais nem a Menos…

Sempre fui Mais ou Menos… nem linda nem aberração, nem a mais inteligente nem a mais burra, nem a mais rica nem a mais pobre. Minhas amigas sempre se enquadraram no mesma classificação que eu… acho que os iguais se identificam na hora de formar uma turma de amigos…

Bom.. a teoria que estou tentando desenvolver é a de que as pessoas "mais ou menos" são as melhores. São as que se divertem mais, são as que tem chance de se dar melhor na vida e, porque não, de conseguir os melhores namorados…

As mais ou menos, se divertem mais porque não têm todo o peso de serem as mais lindas e não tem porque ficar se preocupando com o que os outros vão pensar, pois geralmente não chamam atenção (nem no lado bom, nem ruim) então fazem as coisas por si mesmas… As mais ou menos se divertem mais porque bebem cerveja porque gostam e não para mostrar aos outos o quanto são "malandras" com uma latinha na mão, as mais ou menos nunca vão deixar de aproveitar uma noite porque fumaram maconha como as mais descoladas… a Mais ou menos vai curtir a festa com as amigas, vai dancar pra se divertir e, se bobear, vai acabar indo embora bem acompanhada, mas esse não e o objetivo dela..

Têm chances de se darem melhor na vida porque ao contrário das pessoas mais populares e das mais ricas, não conseguem as coisas tão fácil ao longo da vida, geralmente tem que procurar um estágio pelos proprios méritos e não por indicação do pai ou pela beleza estonteante… As mais ou menos conseguem conciliar festas e trabalho, são responsáveis quando precisam ser, mas não vão se desfazer de sua vida social como as "menos" por causa de uma monografia, pois conseguem conciliar…

Tem a chance de terem melhores namorados porque ao contrário das mais lindas e populares, se dão mais ao respeito. As mais lindas querem os mais populares, que, conforme enlatados americanos, são geralmente seres desprovidos de muitos neurônios, e estão mais preoupados com o próprio penteado do que qualquer outra coisa (nunca dão valor para mulher que têm)… As mais ou menos geralmente conseguem jogar com as armas que têm e tiram proveito disso… então aquele menino mais ou menos que no fundo é tri gatinho, mas só não tem idéia do próprio potencial, acaba sobrando para as mais ou menos… (e não falo melhores em termos de beleza, pois isso é relativo.. falo dos melhores namorados, atenciosos, carinhosos, espontâneos, parceiros, que são capazes de fazer uma mulher rir…)

..........................................................................................................

Para ter seu texto ou matéria divulgado no vasoruim.blogspot.com basta solicitar ao Administrador-Geral através do e-mail: edufalcao14@hotmail.com , estando os texto sujeitos à aprovação do conselho do Blog. Os textos de terceiros aqui publicados, não necessariamente representam os pensamentos do Administrador-Geral do blog, sendo portanto de inteira responsabilidade dos colaboradores que por meio deste veículo se manifestarem.



4 comentários:

冬天。。。 disse...

Bem, eu publiquei o texto na íntegra, e me segurei para não me manifestar... mas agora posso dar minah opinião: concordo que as meninas, e também os meninos "mais ou menos" de fato tem algumas vantagens, mas faço duas ressalvas:

1)A beleza é sempre mais prejudicial para as mulheres, pois a portas se abrem muito mais facilmente do que para os homens bonitos.

2)A autora do texto se incluíu no grupo das medianas, mas no meu ponto de vista (e nem uso óculos!) ela está bem mais para o grupo das bonitonas. Porém vejo esta humildade como uma qualidade a mais em sua pessoa! :D

Luiz disse...

Concordo com a Lia (do toddy q acabou...) homens sabem que as mulheres medianas tem muitas qualidades... até por que na vida..o bom está no equilíbrio das pessoas equilibradas.....

Danielle disse...

Gostei da crítica aos rótulos sociais. Pena que as 'menos' não tiveram nem espaço pra serem mais abordadas. Ora até a 'menos' tem seu brilho, por mais ofuscado e fraquinho que seja. Conheça uma 'menos'. Normalmente, são tímidas e inseguras, por isso não se expoem. São melhores, muitas vezes, que as mais ou q as medianas. Generalizações sempre são arriscadas de serem feitas...

Pessoas com afinidade acabarão se unindo por interesses em comum.Isso é fato que concordo.

Não sei se fui, até hoje, mais ou menos. No início de minha jornada escolar, eu sempre fiquei na minha, sempre com poucos amigos ( a seletividade normalmente foi minha aliada. thank God!); apesar disso, eu sentia que me sobressaía, de alguma forma. Não é 'achismo', não. Uma coisa é humildade, a outra é ser bundão e cego ao ponto de não reconhecer seu valor (eu me amo, e sou correspondida!hahaha). Muitos nem olhavam pra minha cara, pq eu falava demais o que pensava, o q desagrava geral :D. Enfim, cada um tem seu brilho pessoal. Às vezes, os mais brilhantes (os medianos, neste caso) não brilham aparentemente, mas quem tem sensibilidade apurada, vê seu brilhantismo.

Cadê a figurinha? =( TINHA que ter uma foto daquele filminho BEM encaixado à esse tema, o "Meninas Malvadas" :(

O problema das portas se abrirem mais facilmente p/ público feminino, Eduardo, é que às vezes, abrem-se portas masculinas podres e nojentas, destituídas de grande valor. A beleza, neste caso, é prejudicial por ser demasiado abrangente quanto ao público-alvo.

iashmin disse...

Na verdade por não serem providas de grande beleza as mais ou menos estimulam sua inteligência afim de se destacar... não deixando de ter seus atrativos físicos é claro...
Tendo que sobreviver em um mundo onde a aparência conta muito acabam aprendendo como conseguir o que deseja sendo no final muito mais encantadoras do que qualquer corpo escultural, chamando assim a atenção de meninos realmente especiais e maduros. O meio termo é a fórmula da verdadeira felicidade!